Cine Brejo – Baturité, CE – Associação Comunitária dos Moradores dos Jesuítas – 18 de Maio de 2019

 

Fumaça da Mata (CE), de Matheus Morais e Jauh Ferreira, 2018 (Escola de Audiovisual/CCBJ)

Quatro amigos resolvem passar uma noite longe da cidade, para descontrair e apreciar a natureza, mas algo pode sair errado, após se depararem com Jacira, uma mulher misteriosa e mítica.

Tommy Brilho (CE), de Sávio Fernandes, 2018 (Curso de Cinema e Audiovisual/Unifor)

Tommy Brilho é o primeiro aluno invisível da universidade. Com isso, surge o grande desafio de ser visto por seu crush.

Maria Auxiliadora (CE), de Natalia Maia, 2016 (Cinema e Audiovisual/UFC)

Auxiliadora é uma mulher madura à procura de um grande amor.

Capitais (CE), de Kamilla Medeiros e Arthur Gadelha, 2018 (PREAMAR – Porto Iracema das Artes)

Alice é uma jovem que vive sozinha em Fortaleza. A calmaria do dia- a-dia muda quando Laura, filha da sua vizinha de parede, bate em sua porta para perguntar se sabe algo sobre sua mãe. Ninguém tem visto ela há dias, nem Alice, nem Laura, e muito menos os moradores do condomínio.

Cartuchos de Super Nintendo em Anéis de Saturno (CE), de Leon Reis, 2018 (Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes)

Diante da dor, solidão e desespero, um homem negro assopra um cartucho de Super Nintendo em uma encruzilhada.

Bom dia pé de coco (BA), do Coletivo Cinema e Sal, 2015 (Projeto Cinema e Sal)

A história de Tauan, um menino que trabalha como guia turístico e Cairu, pequeno povoado na Bahia, onde vive. Através do seu olhar, conhecemos os personagens e ruas de sua comunidade e estabelecemos a  relação das crianças do vilarejo com os mais velhos.